Vacina da Pfizer é eficaz

A vacina da Pfizer e da BioNTech mostrou mais de 90% de eficácia na imunização contra a covid-19, segundo análise de um comitê de monitoramento. O imunizante é um dos quatro que estão na última fase de testes nos EUA. A vacina BNT162 está sendo testada em São Paulo e na Bahia por 2 mil voluntários.

A fase 3 dos testes envolve mais de 43 mil participantes. No final de novembro, a Pfizer e a BioNTech planejam enviar à FDA, agência regulatória americana, um pedido de autorização para uso emergencial da vacina. As empresas querem produzir 50 milhões de doses até o fim do ano e 1,3 bilhão em 2021. 

As primeiras doses devem ficar nos EUA. O governo Trump fechou acordo para comprar 100 milhões de doses em 2020. Quando a distribuição for liberada, um desafio para a vacina será sua conservação, porque a molécula de RNA é muito instável e precisa ser mantida em temperaturas abaixo de – 60°C.