Sem pânico, mas com ação

Empresas estão agindo para evitar proliferação do coronavírus. 

Em São Paulo, no prédio onde trabalha o funcionário que é o segundo caso de coronavírus no Brasil, foi instalado um frasco de álcool em gel ao lado dos elevadores, logo após a confirmação de que ele estava com o vírus. A limpeza foi intensificada no edifício. O homem está em casa, passa bem e é monitorado por médicos, segundo a empresa. Pelo menos 10 colegas de trabalho também estão em observação, informa o jornal Valor.

Grandes multinacionais têm escritórios no mesmo endereço. A maioria delas insiste na divulgação constante de informações sobre o coronavírus. Comitês de gestão de crise foram montados, máscaras compradas (caso haja proliferação do vírus), viagens ao exterior suspensas — em algumas, até as viagens nacionais –, o trabalho home office foi adotado para manter parte das pessoas em casa, e oferecida vacina contra a gripe.

As medidas não beneficiam apenas as empresas envolvidas, mas colaboram para a contenção do coronavírus no país. É o momento de cada um fazer sua parte para o bem coletivo da saúde e da economia.