Segunda onda na Europa já matou mais que primeira

A segunda onda de covid-19 na Europa já causou mais mortes do que a primeira. Foram 152.216 mortes nos 27 países da União Europeia, número acima das 136.176 registradas de 1º de março a 31 de julho, segundo análise do El País com dados do Centro Europeu para a Prevenção e Controle de Doenças e da Universidade Johns Hopkins. 

As mortes da segunda onda ultrapassam a primeira em 17 dos 27 países da UE. Alguns países registraram mais mortes durante o outono, como Áustria, Grécia e Hungria. Na Espanha, a maioria das mortes ocorreu na primavera. Alemanha e Bélgica tiveram um número semelhante durante as duas estações. 

O Reino Unido reduziu de cerca de 41.000 mortes na primavera para pouco mais de 20.000 no outono. Os países com maior aumento de mortes por milhão de habitantes foram República Tcheca, Eslovênia, Bulgária, Hungria e Croácia. Já Suécia, Irlanda e Espanha tiveram a maior redução.