Se a eleição presidencial fosse hoje, Bolsonaro estaria reeleito

A revista Veja divulgou hoje uma pesquisa eleitoral feita pela FSB. Bolsonaro e Lula polarizam a eleição. O centro está sem espaço.

A revista Veja divulgou hoje uma pesquisa eleitoral feita pela FSB, sobre a eleição presidencial de 2022. Aos números: 

Primeiro turno:

Bolsonaro – 32%
Lula – 29%
Nenhum – 10%
Ciro – 9%
Huck – 9%
Amoedo – 5%
Doria – 4%
Nulo – 1%
Não sabe – 1%

 

Há também algumas simulações de segundo turno curiosas:

Bolsonaro 45% x 40% Lula
Bolsonaro 36% x 36% Moro
Moro 48% x 39% Lula

 

A chamada da Veja no gráfico que está circulando pelo WhatsApp hoje cedo é a seguinte: “Bolsonaro empata com Lula no primeiro turno e vence por pouco no segundo, enquanto Moro supera com folga o petista”.

 

Algumas considerações Realistas: 

– Pesquisas feitas 3 anos antes da eleição valem pra pouca coisa além do que animar o debate na imprensa e nas redes.
– De toda forma, mostra o quadro atual, e confirma o que temos dito aqui: o centro está sem espaço, além de fragmentado.
– A polarização direita x esquerda é o motor da política atualmente.
– Lula mantém sua força, mas será que ele conseguirá ser candidato? Por enquanto, está barrado pela Lei da Ficha Limpa.
– A diferença de Moro para Bolsonaro contra Lula no segundo turno é de apenas três pontos. Margem de erro. A pesquisa não permite concluir que há diferença de força entre os dois: o eleitorado é o mesmo.
– A verdade é que a definição se dará pela economia: se ela estiver bem, Bolsonaro tem tudo para ser reeleito. Se estiver mal, o PT poderá voltar.
– João Doria segue a passos largos o caminho de Geraldo Alckmin.
– Por fim, faltou destacar a manchete óbvia: se a eleição fosse hoje, Bolsonaro estaria reeleito.