Previsão de queda do PIB diminui novamente

Os analistas do mercado financeiro voltaram a reduzir suas previsões para o tombo da economia neste ano. Anteriormente prevista para 5%, a queda do PIB agora é de 4,81%, segundo o relatório Focus, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (26), há um certo otimismo do mercado. Em junho, a queda estimada era de 6,6%.

Os economistas estão mais otimistas do que as previsões do Banco Mundial, que estimam queda de 5,4% no PIB brasileiro, e do Fundo Monetário Internacional (FMI), de 5,8% negativos. Por outro lado, o mercado reduziu na margem o crescimento do PIB em 2021, de 3,47% para 3,42%.

Após um recuo de 2,5% nos primeiros três meses deste ano, o PIB apresentou uma queda de 9,7% no segundo trimestre deste ano, em comparação com os três meses anteriores. Foi a maior queda desde 1996, quando o IBGE iniciou os cálculos do PIB trimestral.