PF indicia Lula por doação da Odebrecht

A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Lula pela doação de R$ 4 milhões entre dezembro de 2013 e março de 2014 da Odebrecht para o Instituto Lula, que segundo os investigadores foi abatido de uma caixinha de propinas.

Antonio Palocci, ex-ministro da Fazenda, Paulo Okamoto, ex-presidente do Instituto Lula, e Marcelo Odebrecht, ex-presidente da Odebrecht, também foram indiciados. Indiciamento significa que a polícia considera que há provas suficientes para abertura de processo judicial.

Eles já respondem a um processo pela compra, por parte da Odebrecht, de um terreno para o instituto, no valor de R$ 12 milhões. Lula não gostou do terreno e o instituto não foi para lá. 

Era época de vacas gordas.