Maior retração na economia brasileira em 40 anos

O Brasil entrou em recessão econômica no primeiro trimestre de 2020. O PIB caiu 1,5% nos três primeiros meses deste ano na comparação com o mesmo período de 2019, segundo dados divulgados pelo IBGE em maio. A praxe de esperar dois trimestres de queda para definir uma recessão foi abandonada por causa da gravidade dos números.

A recessão encerra um ciclo de crescimento que durou 12 trimestres seguidos, sendo que o maior deles ocorreu no quarto trimestre de 2019. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (29) pelo Comitê de Datação de Ciclos Econômicos, órgão ligado ao Ibre/FGV. A contração do ano inteiro deverá ficar em 6,4%, segundo o Ibre/FGV, com uma recuperação de apenas 2,5% no ano que vem.

Devido aos efeitos da pandemia do novo coronavírus, as projeções de mercado estimam que a queda do PIB no segundo trimestre deve ser de quase 10%. A Folha de S.Paulo apresentou uma análise, feita com base nas projeções da Ibre/FGV, que mostra que essa será a maior retração da economia brasileira em 40 anos.