Irã aumenta tensão no Golfo Pérsico

O Irã tomou um petroleiro sul-coreano e anunciou a retomada do enriquecimento de urânio nesta segunda (4). Trata-se de uma violação ao acordo nuclear de 2015, em que o país se comprometeu em não desenvolver uma bomba atômica em troca do fim de sanções econômicas.

O petroleiro MT Hankuk Chemi foi apreendido por barcos da Guarda Revolucionária Iraniana entre os Emirados Árabes Unidos e a Arábia Saudita. O governo de Seul, aliado dos EUA, enviou navios de guerra para a região. 

O Irã acusa a Coreia do Sul de congelar bilhões de dólares a serem pagos por petróleo exportado. Teerã elevou para 20% o nível de enriquecimento de seu urânio em resposta ao assassinato atribuído a Israel de seu principal cientista nuclear, Mohsen Fakhrizadeh, no fim de novembro.