Home office permanente na prefeitura

O trabalho em casa se tornou uma opção durante a pandemia e, mesmo com o fim dela, continuará fazendo parte da rotina dos servidores de São Paulo. O prefeito Bruno Covas instituiu, na terça-feira (15), a opção de home office para os órgãos da administração direta, autarquias e fundações do município.

As escalas terão de um até três dias na semana de trabalho presencial, sem poder fixar os dias. A chefia poderá solicitar o comparecimento à unidade com, no mínimo, quatro horas de antecedência. O trabalho será acompanhado à distância com controle de desempenho e registro eletrônico de presença. 

A Prefeitura já havia criado um programa de teletrabalho para funcionários da Fazenda municipal desde o ano passado. De acordo com Bruno Covas, a experiência durante a pandemia mostrou aumento da produtividade, melhoria na prestação dos serviços e uma redução significativa nas despesas.