Google sofre processo antitruste

O Departamento de Justiça dos EUA decidiu processar, na terça-feira (20), o Google por concorrência desleal. O processo investiga o monopólio do buscador, alegando que a companhia mantém condutas ilegais para preservar seus sistemas de busca e anúncios nas pesquisas. A investigação ocorre há mais de um ano.

Uma das acusações contra a gigante tecnológica é que ela impede que os sistemas de busca concorrentes sejam pré-instalados nos aparelhos Android. A companhia teria uma rede ilegal e bilionária de acordos com fabricantes de celulares, operadoras e navegadores.

O Google já teve de enfrentar questões semelhantes na União Europeia. Em 2018, a companhia pagou uma multa de € 4,3 bilhões por práticas anticompetitivas no sistema Android. No ano seguinte, a empresa precisou desembolsar  € 1,5 bilhão por forçar sites a usarem o Google AdSense.