Funcionário público recebe mais que o dobro do privado

Levantamento com 46 estatais controladas pela União, obtido pelo Estadão, mostra que a remuneração do funcionalismo público chega a ser mais que o dobro do valor pago na iniciativa privada. Com isso, só no ano passado a União teve despesas de R$ 17 bilhões em 18 dessas estatais, que são dependentes do Tesouro.

As empresas pertencentes ao estado pagam em média salários de R$ 31,3 mil, mais as remunerações das diretorias executivas, segundo relatório do Ministério da Economia.

Petrobrás, Banco do Brasil, Eletrobrás e Caixa Econômica lideram o ranking dos melhores pagadores de salários. Membros da diretoria executiva da petroleira receberam, em média, R$ 2,9 milhões em 2019. No BB, eles receberam R$ 1,6 milhão no último ano. Nos conselhos de administração ou fiscal dessas empresas, as remunerações variam de R$ 89,8 mil a R$ 194,3 mil.