Fiocruz: vacina de Oxford só em março

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou que a entrega dos primeiros lotes da vacina da Oxford/AstraZeneca vai passar de fevereiro para março. A produção do imunizante no Brasil não foi iniciada porque o órgão ainda não recebeu um dos insumos necessários para a fabricação.

O insumo que vem da China ainda não tem data para chegar. É o ingrediente farmacêutico ativo (IFA), de responsabilidade da AstraZeneca. A Fiocruz mantém a expectativa de entregar 210 milhões de vacinas em 2021, sendo 100 milhões até julho e mais 110 milhões no segundo semestre.