Facebook silencia Trump por tempo indeterminado

Após a violência no Capitólio, as empresas de mídia social implementaram algumas medidas para limitar o alcance das postagens de Donald Trump. Primeiro, o Twitter bloqueou a conta do presidente norte-americano por 12 horas. Em seguida, o Facebook e o Instagram suspenderam por tempo indeterminado suas postagens nas plataformas.

Pelas redes sociais, Trump incentivou seus apoiadores a irem para a frente do Congresso. Durante a violência, foi publicado um vídeo do presidente alegando que a eleição foi roubada. Apesar de ter sido retirado do ar algumas horas depois, o vídeo foi visto mais de 2,7 milhões de vezes.

As plataformas de mídia social defendem a liberdade de expressão mesmo quando o conteúdo é duvidoso. Mas os eventos de quarta-feira mostraram que as advertências não foram suficientes para conter o ataque violento à democracia dos EUA. Mark Zuckerberg afirmou que os riscos de permitir que o presidente use as plataformas digitais durante o fim de sua presidência são grandes demais. O Twitter ameaça banir Trump definitivamente.