Estados assaltam o Brasil

Servidores estaduais recebem reajustes enquanto projeto que veta isso espera sanção de Bolsonaro

Alguns estados estão aproveitando a demora do presidente Bolsonaro em sancionar o projeto que os impede de aumentar os salários dos servidores para fazer exatamente isso. Distrito Federal, Mato Grosso e Paraíba aprovaram reajustes e gratificações, e projetos nesse sentido tramitam nas assembleias legislativas de outros estados, informa o Estadão.

Além disso, o Congresso aprovou reajuste para militares de Roraima, Rondônia e Amapá que ingressaram na carreira quando ainda eram territórios da União.

Pelo projeto sobre a mesa de Bolsonaro, os estados que reajustarem salários não terão direito à ajuda de R$ 60 bilhões do governo federal. 

Os Realistas apoiam o apelo do ministro Paulo Guedes aos servidores: “Não assaltem o Brasil”, num momento em que estamos lutando para evitar o maior número de mortes possível pela pandemia.

O chefe dele podia colaborar assinando isso logo.