Depósitos na poupança superam saques em R$ 166,3 bi

Os depósitos na poupança realizados em 2020 superaram os saques em R$ 166,3 bilhões, segundo o Banco Central. É o maior valor da série histórica desde 1995. Só em dezembro o saldo ficou positivo em R$ 20,6 bilhões.

Desde março, a caderneta acumula saldos positivos, impulsionada pelo auxílio emergencial. A maioria dos beneficiários recebeu parcelas em contas-poupança abertas pela Caixa Econômica Federal. Pelo mesmo esquema, foram depositados os saques de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Precavido, o brasileiro também decidiu poupar mais em 2020. O saldo da poupança chegou a R$ 1,035 trilhão em dezembro, com rendimentos creditados nas contas dos poupadores totalizando R$ 1,6 bilhão.