Consumo de água mineral dobra

Empresas estão operando em 3 turnos para atender à demanda 

A crise na companhia de águas do Rio de Janeiro (Cedae) fez com que a produção de água mineral disparasse. Empresas do estado estão operando em 3 turnos para atender à demanda. Marcas que não estavam no mercado fluminense também entraram no Rio.

De acordo com um sindicato do segmento, a demanda está sendo atendida, apesar do consumo ter duplicado, informa o jornal Valor. 

A alteração no cheiro e no gosto da água no Rio foi percebida em dezembro. Para reduzir os prejuízos ao contribuinte, a Defensoria Pública do estado do Rio de Janeiro quer que seja dado um desconto na conta de água.