Concessão e IPO da Cedae 

Cedae deve vender ações, além da concessão da distribuição de água e a coleta e tratamento de esgoto.

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) pode ter 60% de suas ações vendidas. O governador do estado, Wilson Witzel, estuda realizar o IPO da companhia. A parte oferecida para o mercado ficaria responsável por captar e tratar a água. Se a ideia seguir adiante, as ações estariam à venda em 2021.

O BNDES prepara para a Cedae a concessão da distribuição de água e a coleta e tratamento de esgoto, que passarão a ser operados pela iniciativa privada. Nesse leilão, a expectativa é captar R$ 11 bilhões e dividir esses recursos entre pagamento de dívidas, repassar a parte dos municípios e realizar investimentos, segundo Witzel, em entrevista ao jornal O Globo.

É difícil entender o que leva o poder público a esperar que até mesmo serviços essenciais agonizem para então reconhecer que não pode fazer a gestão de tudo.