Brasil foi o pior país na gestão da pandemia

Com 9 milhões de infecções e 220 mil mortes em uma população de 209,5 milhões de habitantes, o Brasil foi o país que pior gerenciou a pandemia, segundo levantamento do Lowy Institute, de Sydney, publicado na quinta-feira (28). Os pesquisadores analisaram 100 países de acordo com critérios como número de mortes, casos confirmados e capacidade de detecção da doença.

Desde o início da pandemia, a Nova Zelândia registrou 2.299 casos de covid-19 e 25 mortes em 5 milhões de habitantes. O país fechou precocemente a fronteira, realizou bloqueio e testes de diagnóstico. Nova Zelândia, Vietnã, Taiwan, Tailândia, Chipre, Ruanda, Islândia, Austrália, Letônia e Sri Lanka foram os países que melhor agiram na pandemia. Os piores colocados foram Brasil, México, Colômbia, Irã e EUA. Países com menos corrupção conseguiram gerenciar melhor as crises de economia e saúde durante a pandemia, segundo o índice da Transparência Internacional.