Bolsa atraiu R$ 56 bilhões estrangeiros

Quase R$ 56 bilhões de capital estrangeiro ingressaram na Bolsa brasileira no último trimestre de 2020 e tudo indica que esse movimento prosseguirá neste ano. Investidores apostam que os países emergentes estão “baratos”, uma vez que sofreram mais com a pandemia que os mais ricos e devem entregar uma recuperação maior neste ano.

Se a economia brasileira crescer com responsabilidade fiscal, o País deve surfar na onda de liquidez global e algumas companhias listadas na Bolsa podem acabar se beneficiando. Empresas de tecnologia, por conta do aumento da digitalização, foram as mais cobiçadas.

Para o estrategista-chefe da XP, Fernando Ferreira, ativos da chamada “velha economia”, como bancos, setor industrial e commodities, terão nova chance com a retomada gradual das atividades. Contudo, a perspectiva de vacinação ainda não foi capaz de reverter o tombo no ano, que encerrou com saldo negativo de R$ 31,8 bilhões.