Bares e restaurantes esperam mais uma semana

Bares, restaurantes e salões de beleza só devem reabrir na cidade de São Paulo a partir de 6 de julho. Embora a capital paulista e 14 municípios tenham avançado para a fase amarela do Plano SP, o prefeito Bruno Covas afirmou na coletiva de imprensa desta sexta-feira (26) que pretende esperar mais uma semana antes de liberar essas atividades.

Os estabelecimentos só serão liberados após a assinatura de protocolos e a confirmação da permanência da cidade na fase amarela, de maior flexibilização. A espera por mais uma semana valerá também para a ampliação do horário de atendimento do comércio, shopping center e serviços, já abertos desde 11 de junho.

A quarentena foi prorrogada até 14 de julho pelo governo de São Paulo. A epidemia na cidade está em fase de controle, mas o epicentro da doença se deslocou para o interior do estado, superando a capital em número de novos casos. Na coletiva, Covas anunciou o fechamento do hospital de campanha montado no estádio do Pacaembu, uma vez que a demanda por UTIs tem diminuído na capital paulista.