App da Saúde recomenda ‘tratamento precoce’

O Ministério da Saúde lançou o aplicativo TrateCOV, que recomenda a médicos e enfermeiros o chamado “tratamento precoce” para pacientes que apresentam sintomas que podem ser associados à covid-19. Os dados e sintomas do paciente, que vão de dor de cabeça à diarréia ou febre, são preenchidos pelo profissional da saúde e as indicações para o tratamento são apresentadas.

Apesar da negativa do ministro, medicamentos Cloroquina, Hidroxicloroquina, Ivermectina, Azitromicina, Doxiciclina e Sulfato de zinco aparecem como opção para o profissional. Todos esses medicamentos já tiveram sua ineficácia comprovada contra a covid-19. Nas redes sociais, há dezenas de denúncias de médicos e programadores demonstrando a precariedade do aplicativo e das indicações de tratamento.