Agronegócio pode se dar bem

Ministra da agricultura diz que não há intenção em diminuir o comércio com a China.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse em uma entrevista coletiva que não há motivos para aumento de preços no setor de alimentos e que o Ministério está atento a essas variações. A ministra também garantiu que os poucos problemas de desabastecimento já foram contornados.

Para o futuro do agronegócio, Tereza Cristina está otimista. O país está preparado para as altas exigências fitossanitárias dos importadores dos produtos brasileiros.

Entre os produtores de soja o clima também está otimista. As negociações já bateram recorde para o período, segundo o site especializado Agrolink. Mesmo com a queda de preços dos últimos dias, os valores ainda estão elevados. Existe também a expectativa da China ter uma forte demanda, com o reaquecimento da economia. O país é o principal importador do grão.

A ministra foi questionada sobre o prejuízo das relações entre Brasil e China. “Não temos amigos, temos interesses. Como vamos abrir mão de um mercado de 1,3 bilhão de pessoas?”, respondeu.