A mentira vai invadir o Instagram e o WhatsApp

O Instagram e o WhatsApp serão usados de forma muito eficaz para espalhar mentiras nas eleições presidenciais do ano que vem nos Estados Unidos. O alerta é de Paul Barrett, professor da Universidade de Nova York e editor-assistente da revista Businessweek. Ele diz que a experiência do Brasil em 2016 mostrou o quanto o WhatsApp é poderoso nesse tipo de campanha.

Em entrevista ao Estadão, Barrett adverte também para o crescimento do deepfake, vídeos montados que colocam falsamente as pessoas em atos que na verdade elas não praticaram. Em um estudo, Barrett diz que a inteligência artificial tornará essas campanhas tão convincentes que ficará cada vez mais difícil diferenciar a mentira da verdade. 

Os Realistas surgiram para trazer o fato relevante para a maioria das pessoas, com precisão, clareza e simplicidade.

Clique aqui para ler o estudo (em inglês).

https://issuu.com/nyusterncenterforbusinessandhumanri/docs/nyu_election_2020_report