300 mil vagas perdidas em 2020

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta segunda-feira (23) que prevê uma perda de aproximadamente 300 mil vagas formais de trabalho em 2020. O país registrou uma perda líquida, ou seja admissões menos demissões, de 558 mil empregos formais até setembro.

A maioria das perdas foi registrada de março a junho. Nos meses seguintes, houve abertura de 139 mil vagas em julho, 244 mil em agosto e 313 mil em setembro. Para o ministro, os juros baixos e o câmbio alto estão estimulando as exportações, protegendo os mercados locais.

Para o ano que vem, Guedes planeja uma recuperação baseada no consumo, aumentando a capacidade produtiva e o salário dos trabalhadores. Os maiores desafios serão a reforma tributária e a PEC do Pacto Federativo, para limitar despesas e reduzir os impostos sobre as empresas.